Notícias › 05/07/2012

Pastor Marco Feliciano comenta crescimento evangélico no Brasil e lembra da luta contra o PL 122: “Não se iludam”. Leia na íntegra

Marco_Feliciano

A recente divulgação dosdados do Censo 2010 pelo IBGE quanto às religiões no Brasil foi tema de artigo publicado pelo pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) em seu blog.

Feliciano demonstra preocupação ao analisar a ampla divulgação da mídia em torno do assunto, e afirma que a postura da imprensa na verdade, trata-se de um alerta ao movimento homossexual:

-A mídia tendenciosa que sempre nos expõe como loucos teocratas, como religiosos medievais, como fundamentalistas fanáticos [...]De uma hora pra outra, resolve ceder seu precioso tempo em divulgar que estamos crescendo?! Alavancando, conquistando e que seremos a metade do Brasil em 10 anos! Confesso, pra mim, isso é preocupante [...]Entendo que essa divulgação não foi para aplaudir nosso crescimento! E sim, alertar os ativistas cristofóbicos, evangélicofóbios, bibliofóbicos, eclesiofóbicos e afins, que, se eles não nos pressionarem, se não nos destruirem, se não nos humilharem [...]perderão a oportunidade que estão tendo nestes dias de acabar com a nossa conquista – analisa o pastor.

Segundo Feliciano, há um jogo político para transferir a decisão em torno do PL 122 para o STF:

-Tais ativistas, tendo acesso à informação do nosso crescimento e possível ascensão, resolveram então semana passada enviar um documento ao Supremo Tribunal Federal, pedindo ao juízes que julguem o crime de homofobia, parado no Senado Federal como o PL  122, cuja relatora é a senadora Marta Suplicy, que tem fugido da responsabilidade de colocar em votação este projeto, trazendo morosidade ao processo, dando argumentos para que os ativistas LGBTT tenham legitimidade em dizer ao STF que o Congresso Nacional brasileiro não tem competência para votar o PL 122. O STF tem vários processos parados há anos aguardando julgamento  mas, pelo que entendo, e percebo, eis ai um assunto que os faria parar tudo o que estão fazendo no momento e agarrar com as várias mãos e acelerar o processo de julgamento, que com certeza, será favorável ao projeto.

O pastor pontua ainda que a aversão dos ativistas gays aos evangélicos se dá principalmente pela oposição feita aos ideais do movimento: “O real motivo de tanta fobia por nós sociedade e políticos que creem em Deus, é que nossos princípios são obstáculos para a concretização da desconstrução da família, através de questões que para nós, são inaceitáveis como por exemplo aborto, legalização de todas as drogas, e a estimulação precoce da sexualidade e de crianças inocentes, travestido de exercício de inteligência”.

Feliciano criticou ainda os televangelistas brasileiros que ocupam espaço na TV e não se posicionam a respeito do assunto: “

Confira abaixo a íntegra do artigo “Catástrofe à vista”, do pastor e deputado federal Marco Feliciano:

do Gospel+
por Tiago Chagas

BannerFans.com